Archive for julho \29\UTC 2009

h1

Entre cão e chinês

julho 29, 2009

Em uma breve “voltinha” no Anima Mundi, assisti alguns curtas e uma entrevista-making-of do criador de Bolt da Disney. Por dois dias entre tantos outros, entre 400 curtas, tive a sorte de ver o melhor. Opinião induz? Bom. Assista e me diga se é realmente é:

Entre o novo cão da Disney e o chinês-francês é bom ver o quanto uma solução pode ser simples e complicada ao mesmo tempo. O cão teve a exigência da Dama e o Vagabundo, animação 2D e personagens com uma expressão inigualável, já o chinês: Min haa

[por Whyfred]

Anúncios
h1

Tim Burton no país das maravilhas

julho 24, 2009

Olá a todos!

É um grande prazer estar aqui!

Para começar,eu gostaria de continuar esse clima de boas histórias aqui do blog e trazer para vocês

Alice no país das maravilhas  – Tim Burton’s

Esse promete!

[por Tarik]

h1

O contador de histórias

julho 23, 2009

-Com essa história eu faria um curta.

-Esse conto daria um bom desenho.

-E essa poesia? Daria uma bela camiseta.

As vezes até pensamos demais, e não percebemos quando algo pode ser criado. Quando? A qualquer hora. Eu tenho minhas origens nas palavras, me dou bem com elas, e jamais gostaria que ficassem presas em um reino só.

Fiz uma história. Resgatei as palavras para o mundo do som, portanto a opção é o play, por favor escute:


Caso não consiga visualizar ou não tenha audio, clique aqui para ler a história.

h1

Tire o caranguejo do bolso

julho 21, 2009

-Vixi meu filho! Isso me da um medo. Serve pra tudo, mas os publicitários amam!

-Compra, compra meu filho, antes que esse troço acaba! É tendeça, é tende seti.

Essa vai para os clientes com verbas pequenas? Hum, diria que sim, diria que não. Você coloca quanto quer gastar com uma agência e o Pai Pop Up faz a “conexão” com os orixás. Eis a sua campanha instantânea. Ideia excelente? Melhor do que isso? Responde pra ele: QUERO ISSO NÃO. (clique na imagem abaixo)

Picture 9

Picture 14

Picture 13

Picture 12

h1

Bendito carro novo!

julho 20, 2009

Depois da repercussão muito rápida, pelas imagens, pelos chutes, e por uma notícia fresquinha, fui informado de que o video do site “Stefhany trocou de carro” foi filmado no estacionamento do Center Shopping de Uberlândia, e me informaram que a agência por trás disso tudo é a Diferi. Alias, o carro é o novo Celta da Chevrolet, agora o porque de trocar um Cross Fox, bom, a outra informação é que o Cross Fox nunca foi dela mesmo, então melhor um Celtinha básico, não? Seguem abaixo algumas imagens do video:

01

02

03

h1

Stefhany de carro novo

julho 16, 2009

Assisti o video, dei aquela risada, me estranhei: como nós podemos gostar tanto do tosco ou da desgraça do outro? Poisé, depois do Pó para com o pó ae, Vai Tomar no Cú, Lidio e a dança do quadrado, chegou, com F e H, a SteFHany para abalar. Vocês conhecem, num conhecem? Não? Como assim? Ela tem um milharal de visitas no seu video super produzido no youtube (assistam abaixo).

Podem pegar Michael Jackson e os gênios que mais tiveram o devido reconhecimento por sua qualidade em seu momento pop, e eu ainda não conseguiria entender o mundo Pop. É aquela coisa, se tem muita gente gostando, será que é bom mesmo? Nem o Cross Fox da Stefhany, que nunca foi dela, explica essa receita do sucesso.

A dúvida fica, e enquanto isso um mistério: alguma marca de carro, desconfio que seja, acaba de lançar uma campanha para você que é um fã da Stefhany, chute qual é a marca que ela é garota-propaganda e ganhe um super-prêmio entrando no site: www.stefhanytrocoudecarro.com.br

h1

Receita de Créditos

julho 14, 2009

Bolo da mamãe e da vovó só da certo pq elas usam os ingredientes na medida certa, e até hoje eu me pergunto: por que alguém vai colocar os créditos de um filme só no final? É óbvio que colocar aquela imensa equipe só no início também não é a melhor opção. Mas por que não os dois ingredientes em suas devidas quantidades?

True Blood da HBO? Stephenie Meyer, autora dos livros vampirescos “Crepúsculo” me perdoe, mas essa série escrita por Alan Ball é demais! E mais que isso, a abertura dela é melhor ainda. (confira o primeiro video abaixo)

E por que não? Será tão difícil fazer uma receita dessas? Ótimas aberturas ou finais decentes para expor os principais nomes envolvidos nas obras audiovisuais? Eu diria que não. Além do True Blood, separei outros exemplos de introdução e créditos finais:

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.