h1

Simples é cru? Complicado assado?

agosto 11, 2009

Será que o simples supera a complexidade? Será que gênios são aqueles que fazem da simplicidade seu maior trunfo?

Na história da arte, após grande esforço e dedicação, conseguiu-se alcançar resultado satisfatório no campo da abstração. Muito se sabe da tentativa (que passou de tentativa) de Mondrian de abstrair perfeitamente uma àrvore. A tentativa de Malevich de alcançar a absoluta abstração. Mas pouco se conhece do trabalho, em pleno auge da pop art – arte que passa longe do campo da abstração -, de Lichtenstein no qual mostra o caminho da abstração de um touro. Vale a pena dar uma zoiada, é muito interessante reparar nas partes que o artista preserva ou exclui.

E, aí, o que é cru e o que é assado? O simples ou o complexo? Deixe sua opinião em comentários. Vale ressaltar que não existe resposta absoluta, pois existem expoentes dos dois lados. Cabe a nós pôr na balança.

{Por Veni}

Anúncios

One comment

  1. Muito bacana Vini!Boa referência!Acho que o Romero Britto tá na meio desse caminho hein !Hehehe



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: